Empresas do offshore não avançam e mobilização se intensifica

Apesar de apresentarem um discurso amistoso, expressando a intenção de chegarem a um consenso, as empresas não acrescentaram nova proposta ao Acordo Coletivo de Trabalho.

Durante a reunião, o SINDMAR enfatizou a necessidade de um ACT com percentual razoável para as remunerações e demais cláusulas econômicas. O Sindicato afirmou que permanece disposto ao diálogo, mas se necessário, os Oficiais e Eletricistas estarão prontos para defender as suas reivindicações.

De acordo com o SINDMAR, a insistência em postergar a negociação do ACT não contribui para um termo positivo. Os dirigentes sindicais afirmam que para se chegar a um consenso é necessário que haja um movimento efetivo das empresas no sentido de avançar na negociação.

Os sindicalistas alertam os Oficiais e Eletricistas para o momento atual, que reflete a necessidade de mobilização e luta pela manutenção das condições existentes no ACT, sem prejuízo aos direitos conquistados com luta ao longo das décadas.

About The Author