Nova proposta da Transpetro para implantação do regime 1×1 tem indicação de aprovação

A implantação do regime 1×1 é uma reivindicação histórica dos marítimos que tem demandado uma longa e dura negociação entre empresas e sindicatos marítimos. Ao longo deste processo, os marítimos decidiram recorrer a uma greve em 2016, chegando à instância do TST, para obter o compromisso da Transpetro em realizar estudo com o objetivo de alcançar o justo avanço em sua condição laboral.

De acordo com as propostas atuais das empresas, até a implantação total do embarque/repouso 1×1, as regras atuais para o regime de embarque/repouso 2×1 continuarão vigentes. As novas regras do regime de embarque 1×1 só serão aplicadas quando o tripulante efetivamente iniciar seu embarque no novo regime.

Em comparação com as propostas anteriores, as empresas avançaram em alguns aspectos importantes, inicialmente abandonando a ideia da redução do pagamento das horas extras, depois concordando com a manutenção dos salários dos marítimos quando embarcados ou desembarcados e avançando no tempo limite de embarque de 90 para 60 dias.

A Transpetro também avançou em relação à sua proposta anterior com o compromisso de realizar estudo visando a implantação de um plano de cargos e salários. Este é um avanço importante que abre a possibilidade de se estabelecer níveis salariais diferenciados de acordo com o tempo de trabalho na companhia, que poderão promover ganhos econômicos com sua implantação.

Considerando os evidentes avanços contidos nas propostas e a avaliação do SINDMAR e dos Sindicatos Marítimos coirmãos de que chegamos a um ponto limite e razoável na negociação, apresentamos desde já o claro e inequívoco indicativo de ACEITAÇÃO da proposta.

Nesta terça-feira, 8 de agosto, o SINDMAR enviará Mensagem Circular informando as instruções sobre o processo de votação.

Acesse a íntegra da Mensagem Circular.

About The Author