SINDMAR recusa proposta de ACT da Teekay

Menos de um mês depois do início das negociações para o Acordo Coletivo de Trabalho-ACT 2017-2019, a Teekay formalizou proposta que, além de estabelecer reajuste zero no primeiro ano, modifica significativamente cláusulas e condições já existentes. O SINDMAR entende não ser possível submeter tal proposta à votação de seus representados vinculados à empresa, já que o que foi apresentado não contempla minimamente a reposição inflacionária no período nem contém avanços que possam compensar a perda salarial e as mudanças propostas que teriam impacto significativo. O SINDMAR não concordará com a retirada de condições mais benéficas para os trabalhadores marítimos que já estejam configuradas em ACT do SINDMAR e ainda permaneçam em acordos vigentes de outras categorias. Foi solicitado à Teekay que reavaliasse as condições e retornasse a com apresentação formal de uma nova proposta.

Leia a Mensagem Circular enviada pelo SINDMAR a seus representados e representadas vinculados à Teekay.

About The Author